LASANHA DE SEITAN E PINHÕES COM BECHAMEL DIFERENTE




Perdoem-me os franceses ...mas este béchamel é a verdadeira pedrada no charco...dos molhos brancos. Tem ainda a vantagem de valorizar um legume que quase toda a gente considera insípido.
Quem não tiver miso branco nas respectivas despensas não se atrapalhe, rectifique os sabores com outros temperos.
Como sou vegetariana e a minha filha mais nova também procuro utilizar ingredientes que ajudem à absorção de nutrientes e potenciem o seu valor.É o caso do miso que, enquanto alimento fermentado também restabelece o equilíbrio da flora intestinal.
A fermentação equivale a uma pré-digestão dos alimentos, que se transformam em substâncias de melhor assimilação.
O miso deverá juntar-se sempre no final da cozedura, com o lume baixo e activar-se cerca de 2 minutos. Nunca deve ferver para não se destruirem as suas propriedades.

INGREDIENTES

recheio
1 bloco de seitan (500g)
3 cenouras raladas
1 cebola grande picada
3 dentes de alho picados
2 folhas de louro
1 taça de cogumelos frescos laminados
60 g de pinhões (previamente tostados)
salsa picada
azeite
molho de soja
1 pitada de manjericão seco (facultativo)

Picar o seitan finamente. Refogar a cebola e os alhos com azeite, uma pitada de sal e louro durante uns minutos. Juntar os cogumelos e salteá-los cerca de 5 min. , de seguida as cenouras, o seitan , o manjericão em pó e o molho de soja a gosto. Tapar a panela e deixar cozinhar em lume baixo cerca de 15 min. No final juntar os pinhões e a salsa picada, envolvendo bem.

bechamel
2 cebolas picadas
1 couve-flor
noz moscada
miso branco (soja amarela ligeiramente fermentada com sal marinho)
leite de arroz
amêndoas trituradas (quase em pó)
azeite
sal marinho integral

Refogar as cebolas com o azeite e uma pitada de sal marinho durante alguns minutos. Juntar a couve-flor, cortada en pedaços e cobrir metade do seu volume com água. Juntar noz moscada a gosto. Tapar e deixar cozinhar em lume brando. Se no final constatarem que existe líquido em excesso, coem uma parte e reservem. Triturar a couve-flor para fazer um puré. Equilibrar a espessura a gosto adicionando leite de arroz. Verificar os temperos e juntar uma pitada de miso branco e noz moscada.

Pincelar um pirex com azeite e juntar uma camada de placas de lasanha ( uso sempre integrais pré-cozinhadas) , de seguida o recheio e um pouco do bechamel. Repetir a sequência e terminar com as placas e o bechamel. Polvilhar com a amêndoa e levar ao forno para gratinar.

12 comentários:

Verdinha disse...

Eu conhecia bechamel de courgette, não com couve flor mas tambem deve ser muito bom!

Isa Lourenço disse...

Uma sugestão bem diferente!!
Gostei desse molho branco ;)
Bjocas

ameixa seca disse...

Realmente, eu acho a couve-flor um bocado sem graça e no béchamel deve ficar bem melhor :)
Tem muito bom aspecto!

RUTE disse...

Xiiii essa lasanha tem um aspecto fenomenal.

Acredito piamente que o bechamel esteja de se lhe tirar o chapéu. Eu fiquei fã do bechamel de cajú mas para a próxima coloco couve-flôr.

O teu arroz fingido é sensacional. Estou a ficar apanhadinha pelo crudivorismo!

Mary disse...

Ainda não tenho miso, mas resolve-se fácilmente!:)
O problema é o seitan...mas caraças, se não lhe dou uma nova oportunidade!
O que as tu delícias conseguem provocar em mim! hehehe:)

Fátima disse...

qUERIDA, DESCULPA MINHA IGNORANCIA,MAS NAO SEI O QUE E SEITAN, DE QUALQUER FORMA VOU TENTAR FAZER ESSA LASANHA SEM ESSE INGREDIENTE, POIS O ASPECTO E OTIMO!

borboleta africana disse...

Meninas, acreditem que vale a pena experimentar esta lasanha. Testem os temperos ao vosso gosto (afinal essa é que é a verdadeira essência da cozinha...).
Fátima , o seitan é a proteína do trigo (ou seja o glúten, que constitui a parte do grão mais rica em vitaminas e minerais)que foi separada do amido e do salvado depois de massado, lavado e cozido.
Pelas suas propriedades é qualificada como "carne vegetal", tem um alto conteúdo de proteínas (24,7%) e um sabor, cheiro, textura e consistência parecidos com os da carne.
Existe à venda nos hipermercados e nas lojas de produtos naturais e também pode ser feito em casa.
Como às vezes faço em casa vou dedicar um post a este assunto para esclarecer dúvidas a quem quiser.Entretanto inicie a sua pesquisa na net.
bjs

conceicao disse...

Para mim lasanha é sempre boa com este molho deve ter ficado super!!!!
bjs

gasparzinha disse...

Adorei o molho de couve-flor!
A receita já está destacada para ser experimentada. :)

Beijinhos.

Sandra G disse...

Gostei desse molhinho, vou experimentar

Beijinhos

Margarida disse...

Bolas se tivesse visto este post antes.. Há uns dias colhi a minha couve-flor, que pesava a 1.050kg.. Tinha dado um belo bechamel.. Mas olha deu uma couve-flor gratinada que tb estava optima. Tenho que procurar o miso. Não lhe conhecia essas propriedades. : )
beijocas

isabel disse...

Muito bom! Obrigada pelas tuas maravilhosas receitas!
1661