PANQUECAS DE ALFARROBA






Com uma filha (a mais nova) vegetariana há que estar atenta (mas não preocupada) com a escolha de alimentos uma vez que ela fez 12 anos é desportista e está numa fase de crescimento.
A opção foi tomada conscientemente por ela e só tem contribuido para erradicar cá de casa a passos largos os cereais açucarados com presentes enganadores, o pão e o açúcar refinado e a grande panóplia de alimentos "para crianças" que nem sequer deviam existir no mercado.
Estou muito orgulhosa da minha filha porque sei que não é fácil tomar uma decisão destas quando a maioria das pessoas não pensa (ou não age) da mesma forma.
Sei que o facto de, pouco e pouco, ter ficado a conhecer (através de mim) a alimentação vegetariana e a grande variedade de ingredientes e liberdade de combinações de pode fazer, lhe permitiu perceber que não é nenhum bicho de sete cabeças comer de forma saudável sem ficar a olhar para o prato dos outros.
Hoje resolvi fazer-lhe esta versão de panquecas para o pequeno almoço porque ela tem comido pão integral com sementes e requeijão durante a semana e não quero que se farte.
INGREDIENTES
farinha de trigo integral (cerca de 8 colh. de sopa...ponho sempre a olho )
2 c. de sopa de farinha de alfarroba
leite de soja (cerca de 300ml)
1 ovo
1 pitada de sal integral
Bati todos os ingredientes com a varinha mágica. Deixei repousar. Untei uma frigideira pequena com azeite e fui deitando pequenas porções de massa deixando cozer menos de 2 min. de cada lado (porque prefiro que fiquem finas). Enrolei as panquecas e cobri com xarope de ácer.
O copo com o leite...não resisti a mostrar-vos...comprei no Jumbo...fez-me lembrar os quadros do Norman Rockwell.

12 comentários:

risonha disse...

querida, que coisa maravilhosa!
vou tomar nota, pois adoro farinha de alfarroba.
serão muito calóricas? podes responder no meu blog please?

Mary disse...

Brabuletinha, andas encantada com a opção da filhota!LOL
Imagino-te a calcular cada refeição ao pormenor, tentando agradar-lhe e mostrar que pode comer delícias bem saudáveis e nada monótonas!
Como esta receitinha de panquecas integrais de alfarroba, espectaculares e a fazer!
Com uma cozinheira assim, quem não quer ser veggie? hihihi:)

Luísa Alexandra disse...

Que óptimas!
E a cor que está tão linda... parabéns!

Margarida disse...

Essas panquecas "algavias" devem ser uma maravilh.. Gostei tanto que tenho que as experimentar.
A tua filhota é uma mulher de coragem. Espero que continue! Eu não sou vegetariana mas faço muitas refeições "alternativas" e saudáveis porque gosto e me fazem sentir bem.
Tenho que ir procurar o tal vegetariano. A beterraba sei bem onde é. ; )
beijinho

Margarida disse...

adenda: "algarvias" ;)

borboleta africana disse...

Olá meninas
Risonha : já respondi no teu blogue.
Mary, Luisa e Margarida: Experimentem fazer (mesmo a olho...é como faço sempre quase todo o tipo de panquecas)é rápido e compensador.
De facto estou empolgada coma decisão da minha filha mas também é uma grande responsabilidade (against all odds...).O que me consola é que ela também tem assimilado muito bem os conhecimentos.
Para a próxima trago-vos outra versão diferente.
bjs

pimenta rosa disse...

nunca tinha pensado em usar a farinha de alfarroba em panquecas mas ficou anotado
bjs

ameixa seca disse...

Adoro panquecas apesar de ainda não ter experimentado a farinha de alfarroba. Ficam com um aspecto maravilhoso :)

leonor de sousa bastos disse...

Olá!!

Apesar de não ser vegetariana, evito cada vez mais comer carne (também não sou grande apreciadora o que facilita muito as coisas)e vou apostando mais em legumes, cereais e verduras.

Eu tenho a sensação de que a maioria das pessoas que se diz "vegetariana" não procura informar-se correctamente àcerca da dieta que deve seguir e não tem ideia de como combinar os alimentos para conseguir uma correcta complementação proteíca.
Os vegetarianos que conheço não têm cuidado com o que comem e limitam-se a reduzir a alimentação a vegetais, tofu, soja e seitan sem o cuidado de perceber se estão a ingerir todas as vitamínas e proteínas que necessitam.

Pelo que já percebi,ao longo dos posts que tenho lido no teu blog, tu és uma vegetariana que se informa e que tem imenso cuidado em variar e cuidar a alimentação.
Assim, não me parece que a opção da tua filha não lhe vá trazer algum malefício.

Por muito que o pão com requeijão seja bom, essas panquecas de alfarroba devem saber ainda melhor!:)
Às vezes comprava pães embalados para o pequeno-almoço porque não tinha tempo nenhum de manhã...comi-os tanto tempo seguido que nunca mais os pude ver à minha frente!eheheh

Que sorte teve a filhinha!!:)

Beijos

gasparzinha disse...

Adorei o post!
A tua filha tem certamente a noção das alternativas deliciosas que tem à disposição, pois o que nos mostras aqui são refeições equilibradas, variadas e nutritivas.

Eu estou longe de ser vegetariana (meu deus, acabei de publicar um rolo de carne forrado com bacon! :)), mas gosto de introduzir alimentos variados na nossa alimentação e de não abusar das carnes vermelhas.
É tão bom descobrir novos sabores!

E tenho a farinha de alfarroba para experimentar, pois nunca provei!
:)
Acho que vai ser com uns crepezinhos destes - que lindos. :)
Beijihnos.

RUTE disse...

Adorei esta ideia das panquecas de alfarroba.

Mas sabes que podes substituir o ovo por tofú. Já vi receitas de panquecas vegan.

Devem combinar muito bem com os meus gelados :-)

argas disse...

Adoro o sabor da alfarroba! Esta é para fazer em breve! Muito em breve!