SALTEADO DE GRELOS COM GRÃO

Este fim-de-semana estive no campo. Sózinha com o meu marido. No sábado à noite não nos apetecia ir jantar fora. Eu não tinha sopa feita...nada. Os aquecimentos já tinham aquecido a casa. Os barulhos da aves noturnas da nossa alfarrobeira mais próxima convidavam a Cuca a enroscar-se na casota.

Então lembrei-me de vasculhar os "salvados". Um frasco de grão cozido (para emergências) e grelos congelados. Um pacote de sementes de sésamo por abrir, uma cabeça de alhos esquecidos da última vez que cá estivemos e azeite.Cá está! Toca de saltear os grelos em azeite e alho até amolecerem. Escorrer o grão e envolver quase no final cerca de 5 min. Espremer um pouco de sumo de limão apanhado à tarde...algumas sementes de sésamo para polvilhar e aqui está um prato vegan super rápido. Simples?...Delicioso.

Ah...a seguir bebeu-se um chazinho de flor de laranjeira (flores apanhadas e secas do ano passado).
Não é preciso muito para nos sentirmos felizes.

10 comentários:

Mary disse...

Borboleta, o tempo que passas no campo realça a tua veia de escritora!
Cada parágrafo deste teu texto apresenta nuances de poesia!
É claro que a felicidade se encontra nas coisas mais simples da vida...como esta bela refeição! :)

RUTE disse...

Ai Borboleta, tens toda a razão, não é preciso muito para nos sentirmos felizes. Mas a felicidade tem uma cára diferente para cada um de nós. Para pessoas simples a felicidade é simples e facilmente alcançável (está sempre à mão de semear). Para outros... já não é bem assim.

Duas curiosidades:

Alfarrobeira - Adoro farinha e licor de alfarroba. Já tenho pensado várias vezes em plantar uma árvozinha destas, mas será que depois consegue-se fazer alguma coisa com o fruto? Tu aproveitas algo da tua alfarrobeira?

Flôr de laranjeira - O ano passado já plantei uma laranjeira (devidamente enchertada) no meu terreno. Adoro laranjas, desde a casca até ao sumo. Mas segundo o que me tenho apercebido, é possivel fazer chá de folhas e de flores, conforme referiste. Apanhas as flores quando? em botão? quando abertas? Também fazes chá de folhas de laranjeira?

Amiga, partilha lá comigo o teu saber que tem interesses tão semelhantes aos meus.

Beijinhos.

borboleta africana disse...

Queridas amigas...são sempre as primeiras ao abrir da minha cozinha...sempre com simpatia e incentivo. Eu sei que não é preciso agradecer...mas apetece-me sei lá...

Rute, as minhas alfarrobeiras já são muito muito antigas (e não estou a exagerar), agora é que as pessoas descobriram que são rentáveis sem dar trabalho e sem gastar água (bem precioso no Algarve). Asneiradas dos nossos governos mentecaptos...
Para fazer-se a farinha é necessário separar previamente as sementinhas do resto do fruto.Manualmente isso não é possível. Apesar de as nossas alfarrobas serem apanhadas todos os anos para serem vendidas directamente não tiro proveito delas (ainda).
Quanto às flores de laranjeiras são apanhadas em flor (quando o perfume está mais intenso) e secas num tabuleiro. Até agora só tenho feito chá das flores, nunca fiz das folhas.Nunca apanho quantidades excessivas porque é delas que nascem as laranjas.
Se quiseres posso dar-te algumas para fazeres chá.
Bjs grandes às duas.

RUTE disse...

Hummm quero, claro que quero.

Temos de combinar isso. Achas que dá para enviar por correio? Eu págo tudo, envelope e envio.

E faz todo o sentido serem preciosas pois caso apanhes muitas, lá se vão as laranjas :-)) E flores de limão dá para chá??? (ligou-se agorinha mesmo a lampadazinha das ideias).

É uma pena não conseguires fazer nada com as alfarrobas! De certeza que é impossivel abrir e retirar sementes manualmente? Mesmo que seja trabalhoso!

Essa é uma árvore excelente para o meu terreno sem água. Sabes ao que me preparo agora? À sementeira de trigo de sequeiro. Uma aventura, só te digo!

Mal a batata esteja boa para apanhar, toca de lançar o trigo :-)) Coisas como estas fazem-me muito feliz, semear, ver crescer, apanhar, confeccionar...

Bom mas tenho de voltar ao meu inferno semanal: Contabilidade brrrr ;-)

ameixa seca disse...

Tu e o marido sozinhos no campo? Houve arco-íris e aposto que assustaram os passarinhos com o barulho he he
Claro que depois tiveram que carregar baterias com o belo do grelo e grão :)

Canela disse...

Bem desenrascada essa refeição e a mistura deve ser boa.
Bj

Cenourita disse...

Só consigo dizer uma coisa... SUBLIME!

Passa na tasca, tens lá uns selinhos e um desafio :)

Beijocas campestres***

Ricardo disse...

Grelos e grão que mistura adorável e bem colorida. esta com um óptimo aspecto. gostei xxx

Cal Moreira disse...

O que são grelos? Adoraria receber uma visita sua no meu blog Maça do Amor (blig.ig.com.br/primeiramordida). Apareça e depois me diga o que achou.
Um abraço
Cal Moreira

borboleta africana disse...

Cal, os grelos (ou couve-grelo)são as folhas que nascem das folhas das sementes das couves ou dos nabos. Já passei pelo seu blog e gostei bastante. Vou passar a ser visita assídua até porque tem informações muito úteis e interessantes.

Ricardo, reparei que postou comentários em várias das minhas receitas e agradeço desde já as suas simpáticas palavras que, para mim são o melhor incentivo para continuar a partilhar receitas com interesse para quem passa por cá...e sobretudo para a sua mulher que é vegetarina. Seguirei também atentamente a sua cozinha.

Cenoura
Agradeço o desafio mas já fiz um igual há uns dias.Se quiseres vai ao Post e diz-me se descobriste as 3 mentiras.

Bjs grandes a todos/as

Nota: como não estou a ser notificada de todos os comentários não tenho conseguido responder-vos tão rapidamente como gostaria. Para além disso ando com muito trabalho (o chato...).